Coalhada caseira

Coalhada caseira
Coalhada caseira. Foto: Site/Ana Maria Braga

A coalhada caseira é uma receita que remete à tradição e simplicidade da culinária caseira. Obtida a partir da fermentação do leite, esse laticínio versátil oferece um sabor suave e uma textura cremosa, sendo um acompanhamento apreciado em muitas culturas.

A coalhada caseira é um deleite celestial que nasce da simplicidade. Seu processo de preparo, que envolve apenas leite e iogurte natural, destila o encanto da tradição culinária transmitida através das gerações. O ritual começa aquecendo o leite, cujo calor acolhedor prepara o terreno para a adição do iogurte natural probiótico. Coberto e deixado para descansar, o leite transforma-se gradualmente, através do processo de fermentação, em uma massa coagulada conhecida como coalhada.

Coalhada caseira

Ingredientes:

  • 1 litro de leite integral
  • 2 colheres de sopa de iogurte natural (com probióticos)
  • Opcionais: mel, frutas ou ervas para sabor adicional.

Modo de Preparo:

  1. Aqueça o leite até ficar morno, sem ferver.
  2. Adicione o iogurte natural, misture bem e cubra o recipiente.
  3. Deixe a mistura descansar em um local quente por 6-8 horas ou durante a noite até coalhar.
  4. Após o coalho, coloque na geladeira por algumas horas para firmar.
  5. Sirva pura ou com adições como mel, frutas ou ervas.

Dicas:

  • Use um recipiente de vidro ou plástico para o processo de fermentação.
  • O leite integral produz uma coalhada mais cremosa, mas pode-se experimentar com leites de diferentes teores de gordura.
  • Manter a mistura em local aquecido é crucial para o sucesso da fermentação.
  • Varie os sabores adicionando frutas frescas, mel, ou até mesmo ervas como hortelã ou manjericão.

O resultado é uma textura sedosa e um sabor levemente ácido, uma sinfonia de notas frescas que dançam no paladar. Transferida à geladeira para firmar, a coalhada emerge como uma estrela versátil. Pode ser apreciada em sua pureza, com a simplicidade de um favo de mel ou a doçura de frutas frescas. Seu perfil neutro convida à experimentação, permitindo a adição de ingredientes que a elevam a novas alturas de sabor.

A coalhada caseira transcende a categoria de laticínio comum, transformando-se em uma experiência culinária que nutre não apenas o corpo, mas também a alma. Sua presença à mesa é mais do que uma opção de acompanhamento; é um tributo à autenticidade, à tradição e à beleza de sabores despretensiosos que perduram no tempo.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Classificação média: 0 / 5. Votos: 0